Posts filed under ‘Roupas de Bebê’

Adeus, meu bebê!

Hoje repassei a minha cunhada, que vai ser mãe de uma menininha, as roupas que eram do Fernando quando bebê. Queria ter separado algumas peças que talvez não fossem adequadas para uma menina ou que fossem mais queridas por mim, mas acabei repassando tudo mesmo.  Ela chegou de surpresa – mora no interior – eu não estava esperando e resolvi precipitadamente me desfazer de tudo ou quase tudo. Ela e meu irmão não estão em uma boa situação financeira e sei que as peças,  entre elas macacões, mantas e cueiros, muitas delas novinhas, de excelente qualidade, com pouquíssimo uso, vão ser muito úteis e bem aproveitadas. Vão permitir que eles façam uma boa economia, reservando o dinheiro para gastos essenciais.

Todavia, além de ter ficado exausta depois de retirar sacolas e mais sacolas do fundo do armário, fui tomada por uma  angústia e uma sensação de vazio. Um meio arrependimento, confesso. Tive vontade de correr atrás dela e dizer: me devolva, pelo menos este conjunto aqui, que ele usou quando saiu da maternidade;  este outro, que vestiu no dia em que sua bisavó o benzeu; ou ainda este com estampa de bezerrinho e que ele usava quando visitou vovô na fazenda.

Fui tomada pelo sentimento de que junto com as roupinhas foram embora um pouco da minha história com Fernando, sua gestação, nascimento, os primeiros dias e meses,  e até mesmo as esperanças de ter um outro filho. Por quantas noites, antes de ele nascer, eu me deitava na cama , mas mantinha a gaveta do armário aberta, e ficava contemplando cada uma das roupinhas que havia comprado, imaginando como seria vê-lo dentro delas.

Luto contra esse sentimento, afinal sei que é bobagem a gente se apegar às coisas, aos objetos. Aliás,  sei que a lembrança de pegar Fernando pelas primeiras vezes no colo, o perfume bom de bebê que emanava dele, a sensação de plenitude e de reconhecimento de nossa familiaridade antiga (anterior ao seu nascimento), sei que tudo isso não está aprisionado nos fios do tecido.

O destino dessas roupinhas guardadas geralmente é se tornarem amarelas e deformadas, ou no máximo vestir as bonecas da irmazinha ou de alguma outra menina. Ainda mais nesse momento da história do mundo,  em que devemos nos preocupar com reciclagem, com reaproveitamento, com consumo consciente, é absurdo ficar estocando coisas, roupas, quinquilharias. Precisamos aprender a desocupar armários, a nos despir, a caminhar mais leves pela vida. Há, além disso, tantas fotos  e até vídeosque nos permitem guardar melhor as lembranças.

Se sei de tudo isso, por que afinal sofro tanto? Por que afinal estou com a impressão de que fiz uma grande tolice? Parece que ouço centenas de vozes me recriminando. Mas como você pôde se desfazer das coisas dele? Você vai se arrepender.

Reconheço. Estou num momento particularmente frágil e difícil. À la Maysa, meu mundo caiu (http://www.youtube.com/watch?v=f_2MtwlnLg0&feature=related). Desfazer-me das roupinnhas do bebê que eu tanto quis ter representa me desfazer também de tantos outros sonhos, ilusões e esperanças.  Eu não digo adeus só a ele, que cresceu e  está se tornando progressivamente independente, como é natural que aconteça com todos os filhos-passarinhos-feitos-para-voar-para-longe-dos-ninhos.
Simboliza dizer adeus a muito mais que isso.

12 de janeiro de 2011 at 17:35 Deixe um comentário

Noah vende tudo! E o que mamãe procura está em Cingapura!

Hoje quero de dar uma dica bem legal para mamães que queiram comprar artigos bacanas como carrinhos de bebê, cadeirinhas etc. Aliás, duas, ou melhor, três dicas legais. É que a Roberta, do blog Piscar de Olhos (http://piscardeolhos.wordpress.com/) está vendendo produtos que eram do seu filhote, pois ela está de mudança para Cingapura. Sim, Cingapura, como ela mesma conta em seu divertido blog.  Os produtos estão à venda no seguinte endereço: http://noahvendetudo.blogspot.com/

Infelizmente, eu descobri seu blog há pouco tempo, mas sempre passo por lá para dar umas boas risadas com seus textos engenhosos e cheios de muito bom humor. Roberta mantém também uma lojinha virtual repleta de roupinhas importadas charmosas: a “Minha mãe que disse”  (http://www.minhamaequedisse.com.br/). Como ela está de mudança, também está aproveitando para liquidar todo o estoque. Pelo que vi, já vendeu a maioria das peças, mas ainda há muitas coisas lindas por lá.

Aproveito a oportunidade e desejo a Roberta, a seu lindo Noah e a seu sortudo marido (sortudo, sim, afinal deve ser bacana ser casado com uma mulher tão divertida  e com tão belos olhos piscantes), muitas felicidades em sua nova aventura. Como ela já recebeu muitas mensagens, boas vibrações e letras de músicas do Ritchi,  rendo-lhe uma homenagem um tantinho diferente: um poeminha de um talentoso poeta, meu conterrâneo, Marcos Caiado( http://www.marcoscaiado.blogger.com.br/).

Lembrei-me  do poema quando vi seu post de despedida e se não pelo conteúdo, simplesmente pela rima. Aliás, pelo contrário, o que Roberta aventureira procura certamente está em Cingapura. Mas nós também estamos aqui.

Que Roberta continue a se lembrar de suas leitoras, um tanto mais  risonhas por causa dela, e nos alimentar com seu bom humor. E, claro, que logo coloque à venda produtos lindos dessa terra distante.

“o que você procura
não está em cingapura.
pra você não há ninguém,
ninguém, em jerusalem:
- eu estou aqui!

não adianta se iludir
com os passos de uma balalaica
ou achar que o amor floresce
sob o sol da jamaica:
- eu estou aqui! não. não adianta não,
tomar um transatlântico
do japão para cuba
ou querer fazer uma suruba
com a geografia da terra:

- o cupido
quando mira
ele não erra!

eu estou aqui!
não sei se poodle ou pit-bull,
só sei que o amor que guardo
está escrito nas estrelas
do cruzeiro do sul. “

22 de setembro de 2010 at 18:14 1 comentário

A roupa que cresce com seu bebê

Hoje tem Get Baby no BC Blue (https://www.bcblue.com.br). Eu recomendo esta marca. E como recomendo. Além de lindos, os bodys e macacões são confeccionados em uma malha elástica que estica bastante mesmo e a gente pode aproveitar as peças por muito tempo.  Ah! E há  ainda aqueles lindos bodys estilo camisa, que deixam nossos bebês elegantes e confortáveis.

Quem quiser convite do BC Blue, é só me deixar um recadinho.

13 de setembro de 2010 at 12:43 5 comentários

Tudo azul, não! Tudo Green!

A Green está de volta no Privalia (http://br.privalia.com/) Ontem fizeram uma venda antecipada para os fãs do clube de compras no Facebook. A marca vai estar à venda até o próximo domingo, dia 12 de setembro.
Já fiz a minha comprinha e ainda tem muita coisa linda lá. Os preços não são dos mais baratos, mas estão bem abaixo do que a gente encontra normalmente na loja.
Para falar a verdade, eu nunca comprei diretamente na loja, não só porque não acho o atendimento dos melhores, mas principalmente porque os preços são salgados e quase não encontro peças no tamanho 2 anos para meninos.
Já no Privalia é a segunda vez que compro. Da primeira vez, comprei quatro camisetas lindas e confesso que me arrependi de não ter comprado mais, tão lindas e  de tão boa  a qualidade são as roupas. Dessa vez, cometi uma pequena extravagância. :)
O duro é o tal do frete, que aliás subiu de R$ 19,00 para R$22,00. Precisamos urgentemente fazer uma campanha pela redução do valor dos fretes nos clubes de compras e nas demais lojinhas virtuais. Mobilização no próximo post. Por agora, vamos às compras. Quem quiser convite para o Privalia, me escreva. Mamãe aqui quer ganhar cupom de desconto. :)

9 de setembro de 2010 at 15:16 Deixe um comentário

Pititicos e originais

Para finalizar, ao menos por enquanto,  os posts sobre as lojinhas que considero muito legais no orkut, relaciono hoje dois perfis ainda pequenos, ou melhor, que não oferecem ainda um grande número de produtos, mas que pertencem a pessoas bacanas e confiáveis.  Cito ainda mais uma lojinha – esta já maior – que também tem sempre peças lindas à disposição.

1  – Pititicos (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=2804255921473413610) Mantido pela Dani, minha conterrânea, mas que vive em Sampa. Ela começou agora no ramo das vendas de importados, tem alguns produtos à pronta-entrega e, em breve, vai aceitar encomendas.  Já encomendei lindas peças dela. Chegaram e são maravilhosas. Recomendo pela gentileza e honestidade.

2 – Bazar Victória Baby (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=1902204455024556760) Lojinha da Samara, que traz roupinhas do Japão, peças lindas e diferentes de tudo o que se encontra por aqui.  Geralmente ela trabalha com encomendas e tem algumas peças à pronta-entrega.

3 – Tia Muuu Baby Brinquedos &  Cia ( http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=17202673074963062843) Possui dois perfis: um de produtos à pronta-entrega, que se encontram no Brasil, e outro com artigos que se encontram nos EUA ou que podem ser encomendados ( http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=142063241831645350) Oferece uma grande variedade de coisas lindas, carrinhos de bebê e artigos de enxoval da Fisher Price, brinquedos e muitas opções de roupinhas de marcas como Gap, Carter´s,  Nike, Old Navy e Ralph Lauren.

7 de julho de 2010 at 19:32 1 comentário

Mais lojinhas

Depois de enfrentar a primeira grande gripe de meu filhote, de quatro dias de febre, noites mal dormidas e preocupação, finalmente volto, mais aliviada e pronta a falar mais um pouco das lojinhas do orkut de que tanto gosto. Fernando finalmente deu bons sinais de recuperação, comeu um pouquinho, brincou com euforia e também tagarelou euforicamente  e -  grande sinal de que está quase completamente restabelecido, – até fugiu para o apartamento da vizinha. :)

Entre as minhas lojinhas preferidas no orkut, estão:

1 – Baby On Board (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=9423870491283716973)

Eu já mencionei este perfil, mantido pela Cláudia em outro post, mas creio que vale reforçar, pois ela vende peças lindas, é sempre muito honesta e atenciosa. Ela manda as peças dos Estados Unidos. Meu bebê tem diversas peças estilosas que já comprei dela. Foram sempre excelentes compras.

2 – Valéria e Simone – Kid`s Bazar  (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=16654616176515808878)

Também vendem peças lindas e têm a vantagem de serem minhas conterrâneas de Goiânia.  rsValéria envia peças dos EUA e Simone tem muita coisa à pronta-entrega aqui cá na terrinha. Delas é que comprei as cuequinhas lindas do Thomas, que fazem o maior sucesso.

3 -  O `Rourke Store  (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=17808497047444431918)

Perfil mantido pela Rita. Tem coisas lindas à pronta-entrega no Brasil e também aceita encomendas para as viagens que faz.  Só comprei dela uma vez ( o tênis do Thomas da foto), mas fiquei muito satisfeita com seu carinho, honestidade e atenção.

Em breve, coloco aqui a relação de minhas outras lojinhas preferidas.

30 de junho de 2010 at 21:26 2 comentários

Bons brechós e lojas legais

Gostaria de ter feito escrito este post  antes. Aliás, gostaria de atualizar este blog todos os dias ou com a maior frequência possível. No entanto, preciso conciliar as obrigações de mãe, que já são tantas, como vocês sabem, e o trabalho, e nem sempre é possível. E para agravar a situação, meu filhote passou todo o final de semana com febre. Aliás, ainda está febril. Enquanto aguardo, ansiosa e preocupada, a noite de domingo passar, para poder levá-lo à pediatra na manhã seguinte, escrevo estas dicas, um olho no teclado e outro no berço.

Chega de conversa – Mas vamos lá.  Começo falando de alguns brechozinhos e lojinhas do orkut, que são atualmente meus preferidos. Certamente, estou deixando alguns perfis de fora dessa lista, mas com isso não quero desmerecê-los. Quero apenas começar por indicar aqueles que têm produtos que mais me agradam, com os quais já fiz geralmente mais de uma compra, e que são marcados pela gentileza e pela honestidade. Por agora, enumero apenas três, mas nos próximos posts, relaciono os demais.

1 – Mommy´s  Baby More (http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?origin=is&uid=707077313153162323) Mantido pela Sil, uma graça de pessoa, gentil e honesta. Foi o primeiro brechozinho do qual comprei no orkut. Ela não só vende roupas usadas, mas também peças novas, da grife Baby More, uma lojinha sobre a qual quero escrever um post inteirinho.

Pijaminhas que vieram da Roupas Carter`s

2 – Roupas Carter`s (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=3995721913025951480) Lojinha mantida pela Ju, também muito atenciosa e honesta. O perfil dela no orkut está lotado, mas parece que ela vai criar outro em breve.

3 – Baby More (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=15470426265468320794) Vende roupinhas charmosas e diferentes, da grife criada pela Alê.  Em breve, pretendo escrever mais a respeito dessa marca.  E eles também têm site. http://shopsul.tempsite.ws/babymore/

28 de junho de 2010 at 1:44 1 comentário

Lojinhas de importados no orkut

Meu galã à moda antiga usando a primeira roupinha que comprei de uma lojinha do Orkut: a Baby On Board

Continuando o post anterior, em que eu escrevi sobre os brechozinhos do Orkut, falo hoje sobre as lojinhas.  Sem querer dar um tom pejorativo, costumo dizer  que as lojinhas de importados no orkut são as sacoleiras da era eletrônica.  Existem basicamente dois tipos de lojinhas de importados: as mantidas por pessoas que residem no Brasil e que têm alguma forma de trazer os produtos dos EUA ou de outros países; e as que moram e enviam os produtos de lá.

Nos dois casos, as lojinhas costumam trabalhar com produtos à pronta-entrega e com encomendas. Já comprei tanto produtos de quem mora fora quando de quem tem os produtos no Brasil, e sempre fui bastante feliz em minhas compras. Uma das desvantagens, porém, de se comprar de quem envia dos EUA, por exemplo, é a demora para receber os produtos. Já tive que esperar até dois meses para receber uma encomenda, por causa da demora dos Correios. Mas sempre chegaram em perfeito estado e sem que eu tivesse qualquer problema com a Alfândega.

Quanto ao frete, em geral, não é muito diferente do que se paga no Brasil, aliás às vezes é até mais barato, pois acredito que as tarifas dos Correios dos EUA são menores dos que a praticadas aqui. E no que se refere aos preços,  são vantajosos. Na verdade, não diferem muito do que a gente paga nas lojas por produtos nacionais, ou em muitos casos são até mais baixos. E a gente tem a vantagem de ter à disposição produtos bonitos e diferentes: roupinhas da Disney, Carters, Gap e muitas outras marcas.

Algumas pessoas que conheço têm resistência para comprar produtos importados das lojinhas, porque acreditam que as vendedoras muitas vezes cobram o dobro do valor que pagam pelo produto nos EUA. Mas, ora, elas têm direito de ter seu lucro com o trabalho da revenda. Além do mais, mesmo se cobrarem o dobro, os preços ainda são bons.  Experimente ir até uma loja que vende os mesmos produtos importados no Brasil. Com a carga de impostos da importação, é praticamente inviável comprar.

No próximo post, vou começar a listar alguns perfis do orkut dos quais já comprei e que gostaria de  recomendar. Na verdade,  a legenda da foto já traz uma das minhas lojinhas favoritas: a Baby On Board (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=9423870491283716973), mantida por uma pessoa muito honesta e atenciosa.

22 de junho de 2010 at 14:43 1 comentário

Comprar pela net por quê?

Meu filhote com um divertido macacão da Kikimammy. Direto da terra do sol nascente.

Por que afinal eu considero o mundo das compras pela internet tão empolgante? Afinal, por que acredito que comprar roupas de bebês particularmente é um bom negócio? A variedade é o primeiro motivo. Quem é mãe de menino principalmente sabe da dificuldade que é encontrar roupinhas diferentes ou divertidas nas lojas.  Pois na net a gente encontra roupas das mais variadas marcas e do mundo inteiro! Bendita globalização! É o mundo entrando, com um clique, para dentro do guarda-roupa de nossos pequenos.

Roupas legais para meninas até que a gente vê por aí, sem contar que em muitas lojas o espaço dedicado aos artigos femininos é consideravelmente maior. Os meninos geralmente ficam relegados a uma arara ou poucas prateleiras, onde se misturam peças em diferentes tons de azul, bege ou cinza, e algumas listras ou xadrez, para não deprimir por completo. Mas vamos falar a verdade: em grande parte das lojas, as roupas de meninos não têm nenhuma alegria ou graça.

Nada contra tons pastéis – até que é chique usá-los –, nada contra vestir os meninos de homenzinhos em miniatura, com suas pólos elegantemente sóbrias. Mas por que não exercer o direito de vesti-los de forma divertida enquanto ainda são nossos bebês? Por que não colori-los um pouco, ao sabor de nossas próprias fantasias e gostos? Claro, sem comprometer nada de sua menineza ou futura masculinidade. Isso enquanto podemos, enquanto não cismam eles mesmos de passar a semana toda com a fantasia ensebada do homem-aranha.

Preços menores – A propósito, meu bebê – que, para meu desespero, está deixando de ser meu bebê –, completou dois aninhos, já começou a cismar e a querer escolher as  próprias roupas e sapatos.  Eu não deixo, na maior parte das vezes, claro. Nisso, exerço meu justificado autoritarismo de ditadora de moda e mãe. Enquanto posso.

Pois essa variedade, peças diferentes e divertidas tenho encontrado na net. Outra vantagem são os preços: muitas vezes até menores do que as roupas comunzinhas que a gente compra nas lojas. É claro que devemos arcar com o frete e isso sempre encarece um pouco, mas há casos em que realmente compensa encomendar peças de uma lojinha virtual. Algumas existem mesmo fisicamente e mantêm seus sites de vendas, mas a maioria funciona apenas para o comércio eletrônico, o que permite oferecer preços bem mais convidativos, uma vez que não pagam tantos impostos.

Desde que tive meu filhote, meu principal hobby é garimpar roupas lindinhas e charmosas para ele e devo dizer que ele tem feito bastante sucesso com elas.  É claro que devemos ter cuidado na escolha de lojinhas confiáveis e na seleção de tamanhos. Mas isso também é assunto para um post inteiro.

Mamãe te indica – Por hoje gostaria de começar indicando o site da Kikimammy (http://www.kikimammy.com/),  uma loja que fica em Curitiba e que vende roupas trazidas do Japão, lindas e divertidas. Em breve, falo mais detalhadamente dela e das maravilhas da globalização, que me permite, por exemplo, vestir meu caipirinha goiano como um menininho que vive na terra do sol nascente.

16 de junho de 2010 at 22:59 Deixe um comentário


Posts recentes

agenda

julho 2014
S T Q Q S S D
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.